quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A TRABALHEIRA QUE VOU TER...

A reaprender a andar de sapatos.
A reaprender a andar vestida.
A reaprender a ver as horas.
A tirar a areia toda do cabelo.
A deixar de ter pontas de cabelo loiras.
A estar fechada em vez de passar o dia a céu aberto.
A ensinar ao gaijinho pretito de cabelo loiro que não se pode despir sempre que lhe apetece.
A ensinar ao gaijinho pretito de cabelo loiro que tem que andar calçado.
A ensinar ao gaijinho pretito de cabelo loiro que não se pode meter debaixo de tudo quanto deite água, incluindo mangueiras, aspersores e fontes.
A reaprender e a ensinar ao gaijinho pretito de cabelo loiro que habitualmente, na nossa mesa de refeições, não se sentam a todas as refeições mais de 10 pessoas.
A reaprender a cozinhar para menos de 10 pessoas.

E temos 24 horas para aprender isto tudo. Das duas uma, amanhã ou fazemos um treino intensivo ou vamos à praia. Estou indecisa...

6 comentários:

Luz de Estrelas disse...

:D Todos os anos conseguimos. Mas que dá trabalho, dá. Ainda bem que voltaste.

Rosa Negra disse...

Eu voto na praia :))

Hannah Chá disse...

Uma verdadeira trabalheira seria de tentar preservar um bocadinho desta vida de praia no teu quotidiano ao longo do ano... aliás, de não "desaprender" completamente esta felicidade indolente das férias.

Mente Quase Perigosa disse...

Luzinha, eu volto sempre. Sou uma viciada!

Mente Quase Perigosa disse...

Rosa. Estava nublado de manhã.

(Mas a primeira coisa que fiz foi vestir o bikini. Cheira-me que amanhã, se não tiver cuidado, vou trabalhar de calções e havaianas!!!)

Mente Quase Perigosa disse...

Hannah, tenciono preservar até Novembro! O ano passado foi praia até às primeiras chuvas e não estava tanto calor. Este ano, com sorte ainda dou o mergulho de Todos os Santos!

:)