terça-feira, 5 de outubro de 2010

ÀS VEZES, É BOM ENCONTRAR QUEM NÃO FAÇA O QUE MANDAMOS

Alguém contrariou (mais ou menos) umas das regras de sobrevivência para deleite do 'público' que assistia. Eu, contrariamente ao que seria de esperar, não fuzilei, não aniquilei, não maltratei. Fui até um docinho e aprendi uma coisa muito importante com isso.

Se a vossa sobrinha adolescente vos garantir que alguém é gay, double check! 

2 comentários:

tereza disse...

E que pena eu não ter sido público porque se tivesse sido público, que não fui, poderia jurar que tive o deleite de ouvir dizer um "sim" em fá sustenido como nunca ouvi nem a uma noiva de Santo António, acompanhado pelo já famoso bater de pestana e pezinho a dar a dar...

Mente Quase Perigosa disse...

Ainda bem que não foste público. Porque se tivesses sido, haveria testemunhas de um alegado 'sim' que ninguém pode provar se efectivamente foi proferido...

É o que dá não querer tomar café...