segunda-feira, 4 de agosto de 2008

SAY WHAT????


Aqui há uns meses, estava eu a entrar na minha terrinha, conduzindo airosamente a minha viatura e falando displicentemente ao telemóvel.

Ora a minha terrinha tem ruas muito estreitas onde dificilmente passam 2 carros. Estava eu a começar a subir e quem vinha para baixo? Uma carrinha da GNR ( e não, não é o Grupo Novo Rock...)! Ali ficámos cara-a-cara e eu a pensar que podia sempre engolir o telemóvel com a rapidez super-sónica de um super-herói e negar tudo... Infelizmente, tinha esquecido a lingerie mágica, que me dá os super-poderes, em casa e o Sr. Agente faz-me sinal para descer o vidro.

O condutor, moço bem apessoado até, tinha ar de que me ía ladrar a qualquer instante.

Ao seu lado, ía uma Srª Agente que passou todo o tempo a olhar para mim com um ar furioso e reprovador, abanando a cabeça negativamente, mas sem dizer uma palavra. Penso que estaria a rosnar baixinho, qual rotteweiler carregadinho de raiva, mas pode ter sido só impressão minha...

Baixei o vidro e afivelei o meu sorriso mais coquete (nos meus olhos podía-se ler: "sou tão parva, mas tão parva, Sr. Guarda que só me falta mesmo ter uma luz neon na cabeça a dizer isso mesmo!") na esperança de que o sr tivesse pena da minha estupidez e fingisse não ter visto a prevaricação. Estava era com medo da Rotteweiler que não tinha ar de se compadecer do facto de eu ser gaija e parva...

O Sr. Agente, sem sair do carro, amanda-me (do verbo atirar com muita força e brusquidão) a seguinte frase: Ah pois é! E depois vão chorar para tribunal!

Eu, temerária, após tal tirada, só me restava mesmo apelar à estupidez natural: Oh Sr. Guarda, se é para ir chorar para tribunal, podemos atalhar caminho e eu choro já aqui!!!

Arrependi-me 2 segundos depois, quando comecei a sentir os dardos que ele lançava com os olhos. Eis senão quando ele se sai com esta pérola: Pois é, andam os vossos maridos a trabalhar para depois vos andar a pagar as multas de €125, n'é? Não vos custa a ganhar, é o que é.

SAY WHAT?????? COME AGAIN?????

Nesta fase, havia 2 hipóteses:

1. Salta-me a tampa e chamo-lhe todos os nomes do cardápio porque, ao fim ao cabo, sou gaija emancipada e tenho a reputação (de milhões de mulheres para defender) a defender;

2. Continuo com o ar de parvinha nas trombas e pode ser que me safe.

Enquanto, estou a decidir, cada vez mais fascinada com os dentes da srª no lugar de passageiro, ele deve ter assumido que o que tinha dito estava certo e remata: Vá-se lá embora. Mas, da próxima vez que pensar em falar ao telemóvel a conduzir, pense que o dinheiro custa muito a ganhar ao seu marido.

E com esta se vai...

Lembrei-me disto por causa desta menina. E tu achavas que os teus eram parvos?...

3 comentários:

MC disse...

E lá te safaste sem saber o que o dinheiro lhes (a eles gnr) custa a ganhar...

Ana Lucia disse...

Ai ca nervos!!!

Luz de Estrelas disse...

Credo, a sério que ele disse isso do marido???? Olha o porco machista. Mas, de qq maneira, senti-me bem representada e defendida por ti. Calaste-te, safaste-te da multa e provaste a sensatez das mulheres. LOLOLLLLL