quarta-feira, 13 de agosto de 2008

O MEIO-SORRISO DA PERFEIÇÃO


Ahhh vocês conhecem-no, de certeza. É aquela coisa entre esgar e sorriso que as pessoas perfeitas fazem quando nos contemplam, a nós meros mortais.

Vejam lá se não conhecem o discurso:

"Que giro... O teu filho não sabe fazer equações... Deve ser normal... Eu é que não estou habituada a isso que o meu Zézinho resolvia raizes quadradas antes dos 9 meses... De certeza, que o teu deve ter outras qualidades..." Altura em que surge o tal meio-sorriso condescendente.

"Já pensaste em falar com o teu pediatra sobre o comportamento do Projecto? É que ele faz birras... Se calhar, tem a ver com a queda do muro de Berlim... É só uma ideia... O meu Manelinho nunca fez uma birra. Não sei o que é isso..." E lá está ele! O meio-sorriso da perfeição...

O meu filho fez a sua primeira birra antes de completar 48h de vida, ok? Eu não tenho a pretensão de ser uma daquelas mãezinhas que bate orgulhosamente no peito porque o seu rebento nunca esperneou como se fosse o filho do próprio Belzebu, porque o meu filho já o fez e fá-lo com alguma frequência. Não é o traço da sua personalidade que eu mais admiro mas tenho que viver com ele. Também tenho que engolir muito sapo de muita gentinha que não cresceu nas minhas entranhas e ando aqui.

Não creio que o meu filho seja super-dotado e que vá compor a sua 1ª sinfonia antes de entrar na primária ou ler o Lusíadas de trás para a frente antes de sair do Jardim de Infância. Mas também não faço nenhuma questão disso. Faço questão, sim, que ele tenha uma infância normal e feliz e que aprenda o que quer e não que aprenda a gostar do que eu lhe imponho.

Quanto aos meio-sorrisinhos que andam sempre aí à espreita para criticar o meu comportamento como mãe (sim, porque quem ande aí a julgar que isto de demolir muros é um mar de rosas, desengane-se. Que a partir do momento em que deixa de haver macho em casa, o que não falta são galinhas a alvitrar e machos a querer ocupar o poleiro!): podem ir para a pata que vos pôs!!!!

P.S.: Oh pá, o que eu gosto desta expressão e parece-me mais soft que PQP! É mais uma daquelas que ouvia à minha avó e que me ficou na lembradura.

4 comentários:

Luz de Estrelas disse...

E quando nós normalmente assuminos que o nosso filho não é nenhum génio, tipo: "Ah, o meu ainda não faz isso!". E a pessoa apressa-se logo a dizer uma frase qualquer cheia de compaixão, tipo "Não te preocupes e tal, ele chega lá". Como se nós alguma vez nos tivessemos preocupado com tal coisa. Há para aí muita superioridade disfarçada. Às vezes estou a contar historietas dele, perfeitamente banais, e há sempre alguém que diz: "Ah isso é natural, depois passa-lhe". Mas passa-lhe o quê? Deixem os miúdos crescer devagarinho, porra.


*Pata que vos pôs é hilariante

Ana Lucia disse...

Ah sim, eu passo a vida a ouvir isso, deixa lá. Parece que são todos de uma inteligencia rara, enfim. Gosto disso ''vai para a pata que te pôs''. Lol!

AnaBond disse...

aaah, mas o meu filho faz....... er....

ok, não faz.
mas a gaja....... olha, vou ali já venho.

vai de férias, vai...

Loira disse...

LOL E eu q pensava q só a mim me diziam: tens de ir com ele ao pediatra... isso não é normal! lol
I'm back