segunda-feira, 8 de março de 2010

DIZEM POR AÍ QUE SE DEVE CELEBRAR

Anda para aqui tudo alvoraçado com o Dia da Mulher. Uns são contra, outros são a favor, outros nem por isso.

Isso até era coisinha para me ser completamente indiferente se não fosse aquela mania que há de ‘ah e tal, nós gaijas somos as maiores’ que assola toda a passarinha neste dia.

É que se por acaso há dia que não me sinto grande espingarda é hoje. Senão vejamos: num mundo ideal, a existência deste dia não se justificava sem a paridade de um Dia do Homem. O facto de ainda existir um dia da mulher, significa que ainda há chão para percorrer, batatas para cavar, nesta coisa dos direitos femininos. Significa que ainda há uma qualquer desgraçada a quem estão a arrancar o clítoris algures (eu sei que é excisão, mas queria mesmo ser gráfica). Significa, sim, que ainda há mulheres a ser vendidas e compradas como pedaços de carne. Se isso me dá vontade de ir jantar com um grupo de gaijas? Não. O facto de ser uma mulher livre concede-me esse direito em qualquer dos 365 ou 366 dias do ano. Não sou obrigada a ir hoje. Se o dia de hoje me concede o direito de receber flores ou prendas? Tenho pachacha todo o ano. Novamente, qualquer dos 365 ou 366, consoante o caso, são bons para isso.

Se me vão dizer que é uma comemoração como outra qualquer, desculpem mas discordo. A existência deste dia serve para nos recordar o que falta ser feito e a forma que nós arranjámos de celebrar o evento é ir beber uns copos e ser umas gandas malucas por umas horas. Não me parece que tenha sido esse o objectivo. Querem celebrar o dia da mulher? Dancem nuas ao luar e homenageiem o vosso corpo livre de tortura. Vistam uma roupa bonita e decotada que enalteça a vossa beleza por oposição aos milhares que usam uma burka diariamente. Agarrem um homem e façam amor com ele até o deixarem exangue saboreando a ternura que ele vos dá em vez de vos forçar em actos que vos humilhem. Beijem os vossos filhos e aninhem-nos no vosso peito sabendo que a probabilidades de os levarem e os escravizarem são poucas. Digam às vossas amigas o quanto as admiram e as amam, sabendo que as vão ver amanhã e que não vão ser vendidas para a prostituição. Querem ser muita malucas? Vão até uma delegação da APAV e perguntem se precisam de alguma coisa para os refúgios da vítimas de violência doméstica porque isso é que requer uma boa dose de loucura e coragem.

Beber copos? Vou, com certeza. Num dia qualquer que me apeteça. Mas não vou hoje, de certezinha, que ontem deitei-me tarde a ver os Óscares e ainda estou na dúvida se o facto da Katherine ter dado a abada que deu ao James não se deverá à data em que o evento calhou. É que ser a 1ª mulher a receber o galardão da realização no dia em que foi… Lá diz a Margarida Rebelo Pinto: Sei Lá…

Hoje, vou enroscar-me com um gaijo de olho azul gigante debaixo de uma manta a ouvir a chuva cair e esperar que, um dia, todas a mães o possam fazer da mesma forma. Apenas porque assim o desejam. Que chegue um dia em que nenhuma o faça por receio de perder os seus filhos. Em que nenhuma o faça por medo do seu companheiro. Que chegue um dia em que o façam só porque sim. Seja ele dia da Mulher, do Homem, do Gato, do Piriquito ou do Macaco Pintado.

12 comentários:

Tia Ni disse...

Pois não podia estar mais de acordo! Dia da mulher é qualquer um dos 365 ou 366 dias do ano! Simplesmente porque somos...

Tia Ni disse...

Ah... e bela reportagem dos oscares... que não viste!!! "vou dormir que amanhã tenho que me levantar cedo!!" Pois, pois!!
Ehehe
Bjs
Ni

sem-se-ver disse...

este SIM é um grande post sobre o dia da mulher.

beijo.

Luz de Estrelas disse...

É engraçado que acho que se deve assinalar o Dia da Mulher, precisamente pelas razões que citas. O que significa que concordo com tudo, porém tenho perspectiva diferente. E expliquei-o hoje num mini, mini post.

ritmargaride disse...

é engraçado que para nos premiarem por dias, semanas, meses, anos, séculos de luta, nos atribuam um simpático dia da mulher, ali metidinho entre o dia dos namorados e o dia do pai :S

beijo

Anónimo disse...

fofucha, sao 364 ou 365 dias!! apoioado!!

Anónimo disse...

fofucha, sao 364 ou 365 dias!! apoioado!!

Mente Quase Perigosa disse...

Ni, eu tentei!

Mente Quase Perigosa disse...

SSV, obrigada.

Beijos

Mente Quase Perigosa disse...

Luzinha, eu sei que estou no post errado. Eu não te dei uma tampa no facebook. Eu pura e simplemente não te encontrei!!!

Manda link por mail.

Mente Quase Perigosa disse...

Rita, não puxes mais por mim.

Mente Quase Perigosa disse...

Fofucha, estamos conversadas, certo?