sábado, 27 de fevereiro de 2010

É ISTO! SERÁ QUE É TÃO COMPLICADO ASSIM?

“Actually, you know what? I can’t. I can’t just seat here and have coffee with you. I love you. I know the other night didn’t mean for you what it did for me… But I don’t regret it and I haven’t stopped thinking about it since it happened. And not just because it was great, which it was, but because it was right. It was so right, Lore… You may not see that right now, but I do. And if I have to wait until we’re both 80 years old for you to see it, than I’ll wait. I’m not going anywhere. This is it for me… You’re it for me. And I can’t pretend to feel any less than I do. I’m sorry. I just can’t.”

(Christopher in Gilmore Girls)

Será que os senhores que escrevem os argumentos têm assim tão boa imaginação que inventam coisas que são impossíveis de acontecer na vida real?

Quer-se dizer, isto não é o mesmo que estarmos a falar de monstros de 2 cabeças. São 2 simples pessoas como tantas que conhecemos…

2 comentários:

Carrie disse...

MQP... se conehceres algum homem que espere por mim incondicionalmente durante 40 anos, por favor envia o mail do principe sff!!

Porque é que os homens na vida real nunca dizem estas coisas? Só nos filmes, os homens esperam eternidade (se tomares atenção que escreve o argumento são smepre gajas!), perdoam traições e dizem todas aquelas coisas que gostariamso de ouvir mas nunca saem de uma boca de carne e osso...never....

PS: como é que tu consegues memorizar tanto episodio de tanta serie mulher!? Tens uns gravador sempre à mão?!?!?!?!?

Mente Quase Perigosa disse...

Carrie, muita prática, filha! Muita prática e memória e elefante.